Como perder as gordurinhas das costas?

Gordurinhas nas costas

Todo tipo de gordura extra no corpo incomoda, mas existem algumas áreas específicas que tem o poder de nos irritar ainda mais. Muita gente reclama do tamanho do abdômen, coxas, braços e também daquela gordurinha indesejada e presente nas costas, todo mundo sabe qual é.

As mulheres são as que mais sofrem com tal desconforto, principalmente quando resolvem usar uma blusinha um tanto mais apertada. Mas como nem tudo é impossível, ensinaremos através deste artigo como acabar com esse desagradável probleminha. Você precisará mudar seus hábitos certamente.

Alimentação, minha gente! Essa é a chave!

Antes de mais nada é muito importante que você entenda que gorduras não se desconstroem somente através de malhação. Muita gente que tem o corpo aparentemente magro, acha que somente a musculação pode ser eficaz no combate as gorduras presentes (ainda que essas sejam poucas).

Parte indispensável da queima de gorduras.
A reeducação alimentar faz-se necessário.            (foto: reprodução)

O primeiro passo, e responsável por quase 70% dos resultados, é a alimentação. Somente através de ótimos hábitos alimentares será possível esvaziar as células de gordura. Entenda que no processo de emagrecimento nós não tendemos a eliminar as células de gordura, mas sim esvaziá-las.

Ou seja, suas células são como pequenas bolsas que comportam gordura. Quando emagrecemos, essa gordura é eliminada. Consequentemente o seu corpo começa a ficar magro e a quantidade de gordura aparente vai diminuindo. Acontece então o esvaziamento das células presentes nas costas.

É por isso que para eliminar gordura, você precisa emagrecer, sem mais. Uma dieta eficaz pode ser o corte de carboidrato, prefira alimentos ricos em carboidratos complexos e fibrosos. Todas as suas refeições devem ser mantidas com 4 pilares básicos que mudarão o seu corpo definitivamente, sendo esses:

  • Carboidrato complexo
  • Carboidrato fibroso
  • Proteína
  • Gordura

Todas as vezes que for se alimentar, certifique-se de que está comendo alimentos ricos nos nutrientes citados acima. A quantidade, obviamente, deve ser reduzida. Também é importante que faça acompanhamento com atividade física de cunho aeróbico, as principais para queima de gordura.

Exercícios que realmente funcionam

Bom, os exercícios são importantes por diversos fatores, além de melhorar seu condicionamento físico, a saúde e manter você livre de doenças, eles também ajudam a queimar gordura e principalmente as temíveis calorias!

O primeiro passo é começar com exercícios aeróbicos que potencializados são importantes para que as células sejam esvaziadas, permitindo que seu corpo fique muito mais magro, começaremos então com a corrida, algo simples e bem eficiente que acaba por mudar nosso corpo.

Correr

Um dos melhores exercícios aeróbicos.
A prática da corrida acelera o metabolismo.         (foto: reprodução)

Correr é uma das melhores atividades físicas, por trazer muito cansaço, libera líquidos relaxantes sobre o corpo, além de trazer diversos benefícios. Para emagrecer (inclusive as costas) é indispensável que você tenha um treino de corrida diária de pelo menos 30 minutos.

Pular corda

Aquela brincadeira de criança que sempre nos acompanhou pode ser uma grande aliada na hora de melhorar sua saúde física. Ela é importante, pois tem função ativa na queima gordura. Os pulinhos que damos podem fazer total diferença, queimando gordura e por fim, nos divertindo!

Polichinelos

Tão simples, mas tão potente! Os polichinelos são incríveis para quem deseja potencializar a queima de gordura. Sua ativação ocorre em todo o corpo e principalmente nas pernas. Força seus joelhos, coxas e panturrilhas. Além é claro de queimar gordura.

Andar de bicicleta

Existem pessoas que andam de bicicleta simplesmente porque gostam e acham uma atividade prazerosa. Então porque não juntar o útil ao agradável? Você pode trocar esse tipo de prática por qualquer outra, como andar de patins, skate ou qualquer outro esporte que realmente lhe interesse. A luta também é um ótimo exercício.

Una todas essas atividades em um treino específico e os repita todos os dias! Em pouco tempo, juntamente com a alimentação balanceada, será possível testificar os primeiros resultados. Você não gastará mais do que  a sua própria disposição e esforço físico!

Leg press horizontal, como fazer?

Leg press horizontal

Leg press horizontal é um aparelho de academia, utilizado principalmente para melhorar o condicionamento das pernas. Ele tem como principal objetivo fazer com que essas se mantenham definidas, eliminando as gorduras referentes e melhorando até mesmo a aparência como um todo.

O aparelho possui uma maneira eficaz e correta ao ser praticado. Muitos erros são cometidos na academia, por não haver o conhecimento sobre como desenvolver o exercício, impedindo até mesmo que tal praticante chegue a seu objetivo. Por isso, nós ensinaremos através deste artigo a maneira correta de se utilizar o aparelho.

Como fazer?

Antes de mais nada, sabemos que o alongamento é indispensável. Você deve aquecer o seu corpo, antes de fazê-lo entrar em contato com um aparelho que exige mais de sua energia, é interessante (a maioria dos profissionais de educação física recomendam) que você faça ao menos 20 minutos de esteira ou bicicleta, a não ser que já esteja no meio do treino.

O Leg press é um aparelho próprio para melhoria das partes internas e externas da panturrilha e coxas
Leg press horizontal (Foto: Reprodução)

Bom, vamos lá, primeiramente deverá sentar-se de maneira que fique com seus pés a frente do seu corpo, suas mãos devem estar devidamente segurando o suporte de apoio que o próprio aparelho lhe dá. Ao se sentar, mantenha a coluna reta e evite encurvar sua cabeça para frente do corpo.

Os pés devem estar apoiados na altura de seu quadril, esses também precisam estar no meio da plataforma e a rotação estabelecida deve ser leve. Ao iniciar a prática, seus joelhos devem fazer um movimento referente a 90°de flexão. Já as pernas devem fazer um movimento de extensão e contração.

Mantenha em ritmo mediano, nem muito rápido, nem muito lento. Repita essa sessão por cerca de 20 vezes em 3 séries, se você estiver no início de seu treinamento em academia. Mas, caso esteja avançado, siga a ficha de exercícios que o seu instrutor lhe passar e tome cuidado para não se posicionar de maneira errada em nenhum dos aparelhos.