Dores musculares após a academia

Dores musculares após a academia

As dores após os treinos na academia são muito comuns, elas tendem a ter relevância de verdadeira eficácia no seu corpo. Contudo, nem todas as dores são saudáveis e consideradas normais. É por isso que identificar qual a verdadeira causa pode ajudar a consertar os erros.

Bom, se você começou hoje na academia e se sente dolorido no dia seguinte, não há com o que se preocupar! Essas mesmas dores são normais e geralmente só um reflexo do que o exercício gerou no seu corpo, tente aguentá-las, não tome nenhum tipo de medicamento e invista na prevenção.

Alimentar-se de forma correta, é um dos melhores caminhos. Fibras já! Exatamente, aposte em alimentos ricos em fibras e ferro, eles ajudarão a manter seu corpo firme para receber a quantidade necessária de exercícios e ainda fortificar seus músculos, dando vida a massa magra.

Para saber como evitar as dores musculares pós treino, você precisa investir na sua alimentação e alongamento.
Dores musculares (Foto: Reprodução)

Depois disso, aposte realmente no  alongamento. Gaste mais que 10 minutos nessa parte, intensive, fortifique e puxe ainda mais pernas e braços para impedir as dores. Mantenha seu foco e jamais perca o pique porque sente dor, esse é um “mal” necessário que acompanha quem quer ganhar massa muscular.

Já para quem deseja perder peso, o mais indicado é utilizar cremes massageadores e até fazer massagem relaxante uma vez por mês junto a uma clínica estética. O que pode ajudar também, é a prática de ioga ou qualquer outra prática que proporcione relaxamento do corpo e dos músculos.

Deixe que seu corpo descanse o tempo necessário. Quando chegar da academia, tome um banho longo em água morna e deixe que ele receba o relaxamento, depois disso, tente evitar atividades físicas (só no começo) depois da academia, prefira alimentos leves e se deite, ainda que não durma.

Se as dores estão insuportáveis, talvez seja hora de reavaliar seu quadro e conversar com o seu instrutor. Se intercalar musculação com aeróbicos, provavelmente obterá resultados satisfatórios. Uma conversa franca com quem lhe instrui pode ser fundamental para ter sucesso.

Tome muito líquido e evite ficar desidratado. Com o tempo, você perceberá que as dores diminuíram e seu corpo está mais propenso a se adaptar a pesos altíssimos. As mulheres tem mais força nas pernas, por isso, se você é mulher, utilize isso a seu favor na hora de malhar.

É importante salientar que de maneira nenhuma é indicado que você interrompa os exercícios devido as dores. Somente com força de vontade e perseverança conseguirá chegar onde deseja. A dor é normal e passa com o tempo, fique ciente disso e não desista, pois só assim será possível obter o corpo que sempre sonhou!

Como evitar o efeito sanfona?

Efeito sanfona

É comum que pessoas acima do peso assumam uma dieta alguma vez na vida. Essa luta constante contra a balança afeta boa parte dos homens e mulheres. O efeito sanfona faz com que uma pessoa emagreça e engorde muito em apenas um mês.

Os intervalos de tempos ocorrem geralmente a cada mês. Num deles você está no seu peso ideal e no próximo já engordou, isso é o efeito sanfona. Há muito o que pode causar e desenvolver o mesmo, a falta de persistência é um dos motivos. Contudo, o que realmente os desencadeia são as dietas mirabolantes.

A primeira causa é: dietas! Sim, as dietas são as principais inimigas do seu corpo, fazendo com que as siga por um determinado tempo, mas logo depois engorde de novo. Você programa o seu cérebro com a “força de vontade” em um mês e então segue rigorosamente a dieta estabelecida.

O efeito sanfona é um mal que atinge boa parte das pessoas que fazem dietas
Efeito sanfona (Foto: Reprodução)

Quando os resultados aparecem, é possível que a motivação do início tenha ido embora. Isso ajuda a fazer com que você perca o equilíbrio da alimentação e volte a comer compulsivamente para compensar o que havia deixado de comer durante o período em que estava de dieta.

Como evitar?

O segredo principal para acabar de vez com o efeito é a organização, REEDUCAÇÃO ALIMENTAR e psicológica. Uma regrinha básica e muito eficaz, é entender de vez que se você diminuiu a quantidade de exercício físico, também deverá diminuir a quantidade de alimentos ingeridos.

Pesar-se todos os dias, não é o recomendado. Por isso, retire somente um dia da semana para subir a balança. Escolha apenas um dia para “sair da rotina” e comer algo diferente que não está incluso em sua dieta. A disciplina é o ponto forte, não dá pra contar com um milagre.

Seja comprometida com as atividades físicas, não se permita faltar um dia a academia, se não… Você irá faltar SEMPRE! Tenha paciência também, não espere começar a dieta nessa semana e os resultados aparecem na que vem, tenha tranquilidade e aproveite esse tempo para estar mais disponível as mudanças do seu corpo.

Focar em manter é o ponto. Não abuse! Não passe dos limites e não permita que seu corpo retorne a forma antiga. Emagrecer é muito difícil para muitas mulheres, não deixe que uma recaída seja o bastante para lhe tirar do foco. Se escorregou, levante e continue, não desista!