Sibutramina emagrece em quanto tempo

Hoje, muitas pessoas sofrem com o excesso de gordura, principalmente pessoas que já são consideradas obesas. Emagrecer não é fácil e torna-se mais difícil ainda quando existe ansiedade por comida, logo, não há dieta que funcione.

A dificuldade que pessoas com excesso de gordura sentem para fazer dieta, incluindo uma alimentação saudável com exercícios físicos, faz com que procurem outros meios para emagrecer.

Sendo assim, recorrem aos remédios que ajudam a perder kg, principalmente depois de todas as tentativas frustrantes para emagrecer. Esses remédios alteram o apetite, facilitando a controlar a quantidade de comida ingerida.

Por conseguinte, os remédios ajudam a acelerar a perda de peso, como o medicamento sibutramina, uma droga conhecida para tratar pessoas com depressão, porém, tem sido utilizada por pessoas que desejam perder peso.

O que é Sibutramina?

Remédio

Como foi dito, esse remédio é uma droga criada para o tratamento de pessoas com depressão. Foi na década de 80, que a sibutramina foi desenvolvida, sendo pois, cloridrato de sibutramina, substância usada nos dias de hoje, por pacientes obesos.

Compreenda que o uso da sibutramina só poderá ser feita diante acompanhamento médico, logo, esse medicamento é prescrito aos pacientes obesos que sofrem com problemas de saúde por serem obesos.

Pois, a sibutramina diminui o apetite do paciente, aumentando a saciedade, por isso ela emagrece e ajuda a melhorar problemas de saúde como colesterol alto, hipertensão, diabetes e obstrução parcial das artérias.

Funcionamento da Sibutramina

Esse medicamento tem a eficiência de interferir nos neurotransmissores cerebrais, pois a sibutramina tem desempenho no sistema nervoso central. Entenda que os neurotransmissores, como a serotonina e a noradrenalina, são liberados pelos neurônios, ocasionando uma interação entres eles.

Os neurotransmissores liberados passam por um procedimento chamado receptação, pois podem ser absorvidos novamente pelas próprias células que os geraram ou juntar-se a outros neurônios.

A serotonina ajuda a liberar o apetite, como também a sensação de prazer. Sendo assim, a sibutramina impede essa liberação, incluindo a dopamina e a noradrenalina, ocasionando o agrupamento maior desses neurotransmissores, que resultam na saciedade diante uma quantidade menor de alimento.

Além disso, resultará também na queda de ansiedade, que ajudará na perda de peso, dado que sentirá menos fome diante a falta de ansiedade por comer compulsivamente.

Entenda que a sibutramina possui efeito termogênico, substância que colabora na aceleração do metabolismo, aumentando o gasto de energia do organismo. Logo, as calorias ingeridas são queimadas facilmente, facilitando a movimentar os estoques de gordura corporal, utilizados com fonte de energia do corpo.

Sibutramina emagrece mesmo?

Mulher magra

Sim, esse medicamento realmente funciona para emagrecer, porém os relatos feitos por pessoas que tomaram é que quando pararam de tomar o remédio, engordaram alguns kg novamente.

Diante isso, compreenda que a sibutramina ajuda a perder peso, mas não a manter o peso perdido, após a finalização do medicamento. Deve-se dar importância também ao fato dos efeitos colaterais causados pela sibutramina, por isso o uso desse medicamento não dever ser feito sem acompanhamento médico.

ATENÇÃO

Gestante, lactantes, hipertensos e pessoas com familiares que já tiveram doenças cardiovasculares, não estão aptos a usarem a sibutramina, assim como também pessoas com transtorno bipolar ou pessoas que estão tomando medicamentos antidepressivos não devem ingerir de forma alguma a sibutramina.

A sibutramina possui ligação com as doenças cardíacas, pois esse medicamento pode causar alteração arterial, aumento dos batimentos cardíacos e complicações cardiovasculares. Sendo assim, muitos países já proibiram a sua venda.

Os efeitos colaterais da sibutramina podem causar transtornos psíquicos, pois agem no sistema nervoso central. Veja seguir, os efeitos colaterais mais comuns da sibutramina:

• Dor de cabeça
• Constipação
• Boca seca
• Tontura
• Dor muscular
• Palpitações
• Insônia
• Alteração no humor

Onde comprar Sibutramina?

Mulher obesa

O cloridrato de sibutramina poderá ser comprados nas farmácias e também em sites que vendem remédios para emagrecer, porém este último é proibido pela Anvisa a venda do medicamento em farmácias online.

Porém, é possível comprar sibutramina em sites que não são confiáveis, por isso não compre e fique atento, pois a falsificação de remédios tem sido muito alta nesses sites da internet.

A compra da sibutramina nas farmácias só podem acontecer, caso tenha uma receita médica, pois é um medicamento delicado que age no sistema nervoso central. As embalagens possuem trinta comprimidos, sendo dez ou quinze mg cada.

A sibutramina pode ser comprada em duas formas, que são:

• Sibutramina anidra
• Cloridrato monoidrato de sibutramina: esse medicamento está proibido no país, pois não possui estudos específicos que comprovem a sua eficácia.

Como tomar Sibutramina

• Manhã: uma vez no dia.
• Dose inicial: um comprimido de 10 mg ao dia, podendo ser receitados pelo médico 15 mg ao dia.

Quitosana: preço, dicas e como tomar

O excesso de peso não é somente um problema nacional e mundial. Várias pesquisas apontam em diversos países há  adultos  e crianças com problemas de obesidade e sedentarismo. Porém, de uns tempos para cá essa situação vem se modificando.

Hoje em dia é difícil passar em uma academia de exercícios e não a ver lotada de pessoas. Ainda existem muitas pessoas que não estão satisfeitas com as atividades e procuram por meios mais rápidos de estar emagrecendo. E um dos mais utilizados são os produtos naturais, tal como a quitosana.

Verifique a quantidade que ala possui na embalagem.
Quitosana capsulas (foto :reprodução)

A quitosana é feita por meio de esqueletos dos frutos do mar, rico em fibra natural, o que acaba ajudando no trânsito intestinal, diminuindo  absorção de gorduras do intestino e impedindo que ela seja depositada no corpo. Mas atenção, ela só funciona se a pessoa estiver fazendo uma dieta adequada e exercícios físicos.

E para toma-lá é necessário ir ao médico e fazer uma bateria de exames, pois assim como os demais medicamentos, ela possui  contraindicações (alérgicos a crustáceos, grávidas e problemas respiratórios) e seus efeitos colaterais (reações alérgicas, gases e sensação de estomago cheio).

Por tanto procure auxílio médico, certifique se pode estar consumindo o remédio, em qual quantidade e horário. Feito isso é só procura-lo em alguma farmácia. O seu valor pode chegar à uma média de R$20 a 30 reais. Sendo que o mesmo deve conter 60 cápsulas dentro.

Dicas

* Não caia na besteira de misturar a quitosana com outros medicamentos, mesmo que esse também seja natural, pois ela pode perder a  eficácia, fazendo com que o seu tratamento venha por água abaixo.

Nem sempre é possível ficar com o corpo como se deseja, por tanto, veja os meios mais saudáveis que o mundo pode lhe proporcionar.
Pratique exercícios e faça dieta saudável. (foto:reprodução)

* Se não tem tempo para se dedicar em um treinamento muscular, faça caminhadas ou algum outro exercício aeróbico. O importante é não ficar parado.

* Não comece uma dieta maluca, só porque viu na televisão que faz bem. Procure um nutricionista ou até mesmo um endocrinólogo e veja qual é a melhor opção que eles tem a lhe oferecer.

Onde comprar sibutramina em campinas

Sibutramina é um farmaco que envolve muitas discussões entre endocrinologistas e outros especialistas em geral, trata de uma substância ministrada no tratamento da obesidade, quando apenas as atividades física e a redução de calorias na alimentação não forem suficientes. Em vários países do mundo a comercialização da droga já foi proibida, inclusive a Anvisa ( Argência Nacional de Vigilância Sanitária), já cogitou tomar a mesma atitude aqui no Brasil, isso tudo devido a um grande estudo que mostrou que pessoas com propensas a desenvolver problemas cardíacos ou já com traços da doença tinham seus clínicos quadros agravados nesse âmbito.

A obesidade é um problema crescente no país, e que reflete não apenas na aparência da pessoa mas também na saúde. A sibutramina é defendida por muito como a principal arma contra o excesso de peso, pois consegue diminuir o apetite ao inibir a recaptação de serotonina e norepinefrina o que reverbera em uma sensação de saciedade. Além disso, o medicamento também consegue atuar no controle das taxas glicêmicas e diminuição lipídica. Devemos entender que a sibutramina não deve atender jamais a fins estéticos, ela é indicada apenas a obesos crônicos, que precisa de tratamento medicamentoso continuo, atendo os pré-requisitos a seguir:

➩Indivíduos com IMC (Índice de Massa Corpórea) superior a 30 kg/m².
➩Também para aqueles com IMC igual ou superior a 25 Kg/m², com fatores de risco importantes como diabetes tipo 2.
➩Indivíduos que apenas a dieta e atividade física não consegue alcançar os gastos calóricos necessários.

Mas por que então a Anvisa quase proibiu o medimento e apertou o cerco para o acesso a ele? Segundo um estudo realizado, onde foram assistidos 10 mil pacientes durante o uso continuo de sibutramina por seis anos notou-se uma substancial elevação nos casos de derrame e AVC em pessoas com predisposição, o que resultou na depreciação da droga por vários países. No Brasil o medicamento é vendido com tarja com número controlado, e receita que outrora valia durante dois meses agora só tem valência para trinta dias. Sendo não indicado para doentes que sofrem de problemas coronários, transtornos psíquicos, distúrbios alimentares e por ai vai.

No entanto, nem todo mundo acredita na legitimidade da pesquisa realizada, isso por que muito dos assistidos já tinha uma idade avançada e risco já muito alto de ser acometido por problemas cardiovasculares. É muitos dos tratados com os medicamento a base de cloridrato de sibutramina, apresentam inclusive melhoras nesses fatores de risco. Mesmo assim podem ser registrados alguns efeitos colaterais, entre eles a insonia, nervosismo, falta de apetite, dores articulares, constipação, dor de cabeça, náusea e aumento leve de pressão.

A dosagem de sibutramina indicada em bula é de 10 mg diários podendo ser aumentada para 15 mg, caso os efeitos esperados não sejam alcançados. Mas é preciso antes de mais nada visitar um endocrinologista, ele sim terá proficiente para um prognóstico mais preciso. Jamais adquira sibutramina sem receita, além de ser ilegal você estará colocando sua saúde em grande risco.

Segundo a portaria 344/98 da Anvisa não é permitida a venda de cloridrato de sibutramina pelo telefone ou internet ( embora isso seja feito em larga escala), assim você que mora em Campinas ou em qualquer outro lugar, deve procurar uma farmácia e com a receita, procurar sobre a disponibilidade do produto.

Efeitos do durateston no corpo

Durateston ou “Dura”, como ficou popularmente conhecido, é um potente esteróide anabolizante reúne quatro diferentes tipos de testosterona, e é indicada para indivíduos com carências hormonais importantes. Por reunir coquetel hormonal a substância age prolongadamente, produzindo efeitos mais duradouros.

Componentes do Durateston

O Durateston combina quatro esteres diferentes de testosterona, Fenilpropionato (60 mg), Isocaproato (60 mg), Propionato (60 mg) e Decantonato (60 mg), a vantagem disso é que o usuários aplicam a substância apenas uma vez por mês, os diferentes esteres vão sendo liberado aos poucos durante 30 dias, assim não é necessária a visita periódica ao médico.

Efeitos do Durateston

Mas para entender melhor os efeitos do “Dura” antes precisamos saber o que é Testosterona. Testosterona é um hormônio esteróide produzido de forma autónoma pelo nosso organismo e desempenha papeis metabólicos importantes, além de ser grande responsável pelo desenvolvimento dos mecanismos reprodutores masculinos, anabolismo muscular e crescimento de pelos. Tanto homens quanto mulheres possuem esse hormônio no corpo, no entanto, no gênero masculino a quantidade é até trinta vezes maior. O ápse da produção de testosterona no corpo compreende o espaço temporal entre 17 e 30 anos, fase onde o indivíduo possui libido mais alta, chegando os 30 esses níveis começam a cair 1% ao ano gradativamente e assim diminui os desejos lascivos, aumenta-se o risco a disfunções ósseas e há decréscimo nos índices de massa muscular.

Deficiência de testosterona em homens

A deficiência em testosterona nos homens pode incorrer em uma série de problemas graves para a maturação das características sexuais de segunda ordem, como no engrossamento da voz, crescimento do orgão reprodutor, crescimento de pelos e barba. O Durateston entra exatamente aqui, promomento o equilibrio hormonal em individuos com deficits importantes. Mas a aplicação mais conhecidade do “Dura” é outra, culturistas e bodybuilder principalmente utilizam da substância para ganho a hipertrofia muscular, será que realmente funciona para esse fim? E se funciona é seguro?anabolizante-durateston

Muitos acreditam que o Durateston é o melhor complexo de testosterona do mercado, isso porque o efeito são notáveis a curto médio e longo prazo. Assim quando injetado no corpo o farmaco já começa a fazer efeito, registra rapidamente o ganho de massa muscular e efeito termogênico. O esteróide faz promove o aumento das capacidade de contração da actina e miosina nos músculos o que provoca o anabolismo, aumenta a quantidade de hemácias, o que reverbera na maior oxigenação no sangue. Não fomenta apenas a hipertrofia, o “Dura” também é responsável pela hiperplasia, processo no qual há mudanças anatômicas e aumento quantitativos nas células. Melhora também a recuperação pós-treino e não permite que o corpo entre facilmente em estado catabólico.

Riscos graves pelo uso indevido

O Durateston pode ser utilizado pela maioria das pessoas sem causar nenhum risco importantes, entretanto, os efeitos colaterais existem e são muitos. Dentro do organismo a testosterona pode ser transformada em estrógeno (hormônio feminino) que em doses muito altas refletem o aumento de massa corpórea, acne, perda da libido, quedas de pressão, atrofiamento nos testículos, retenção hídrica, manchas pelo corpo e disfunção erétil. O excesso de testosterona em indivíduos propensos a calvice pode acelerar o processo de queda dos fios, pode ainda aumentar os riscos de problemas na próstata e no aparelho urinário.

Apesar de tudo isso os esteróides anabolizantes a base de testosterona são considerados os mais seguros dentro do seguimento ao qual pertencem, porem seu ministro deve ser feito com cautela e comedidamente. O problema maior é que com o “Dura” quanto mais se aplica maior fica, levando as pessoas a pecar por excesso na busca de resultados mais rápidos. É importante, ressaltar que para fins hipertróficos o farmaco é proibido no Brasil, podendo ser prescrito para fins medicinais mediante receita médica.Resumo: O Durateston é um esteróide anabolizante considerado por muitos a mais eficiente na atualidade. Conheça no artigo a seguir o que o farmaco promete e quais são os riscos de utilizá-lo.

Remédio para emagrecer rápido

A intensa demanda de consultas com pacientes obesos que procuram tratamentos para o emagrecimento só vem aumentando nos últimos anos. Geralmente, a estética não é tão valorizada em alguns casos em que a própria saúde da pessoa está em jogo.

Os médicos normalmente fazem programas de emagrecimento para que os pacientes possam em um primeiro momento, se adaptar a uma nova vida que terão que seguir e emagrecer. Porém, há alguns casos em que é necessário uma intervenção maior no processo.

Existem alguns remédios que ajudam bastante no emagrecimento rápido e no tratamento principalmente de pessoas obesas. Esses medicamentos não podem ser ingeridos sem prescrição médica, pois em casos onde não há necessidade, os efeitos colaterais podem ser irreversíveis.

Conheça alguns desse medicamentos logo abaixo:

Sibutramina

Talvez um dos remédios mais usados para o emagrecimento no país, a sibutramina era em um primeiro momento, um medicamento anti depressivo que possuia o peculiar efeito colaterial de saciar a fome.

Por conta disso, começou a ser utilizada para tratamento com pacientes obesos. A droga tem um efeito cerebral e age sobre os neuro transmissores Serotonina e Noradrenalina. Isso faz com que o paciente sinta-se saciado mesmo com poucas quantidades de alimento.

A Sibutramina é considerada um dos medicamento mais eficaz nesse tipo de tratamento por sua rapidez e qualidade nos efeitos.

Rimonabanto

Também muito utilizado, o rimonabanto age de forma um tanto diferente no corpo humano. O medicamento entra em contato direto com a gordura abdominal e acelera a sua queima utilizando os próprios recursos do organismo.

Também possui efeitos de saciedade e perda de apetite, que podem acelerar ainda mais o processo. O Ribonabanto geralmente é receitado juntamente a uma dieta específica para cada pessoa, com o fim de potencializar os resultados sem muitos riscos a saúde.

Victoza

Esse medicamento possui uma finalidade muito distante mas hoje em dia vem sendo utilizado para o emagrecimento. O Victoza é um medicamento utilizado por pacientes diabéticos e visa controlar os níveis de insulina para que não haja muita glicose no sangue.

O remédio causava intenso emagrecimento dos pacientes da diabéticos devido ao efeito de saciedade por mais tempo e por retardar a digestão. O alimento fica mais tempo no estômago da pessoa e ela não sente fome por muito mais tempo.

Porém, para ser usada no emagrecimento, o Victoza deve ser aplicado em uma quantidade quase duas vezes maior no organismo do que a dose que os diabéticos utilizam.

Remédios Naturais

Existem alguns remédios naturais que auxiliam no emagrecimento rápido e não agridem muito o organismo. Alguns como a linhaça, o óleo de coco e a quitosana, são os mais utilizados entre os pacientes.

Outros métodos como o consumo diário do chá verde, que trata da retenção hídrica e hidrata o corpo também são utilizados por diminuir muito o inchaço e auxiliar no emagrecimento.

Procure um Médico

Antes de mais nada, saiba que todos os remédios para emagrecer possuem efeitos colaterais e que sua utilização desregrada não é aconselhada. Procure um médico e veja se é necessário a utilização de algum tipo de medicamento.