Como definir barriga mais rápido na academia

Uma barriga de tanquinho, como dizem por aí… quem não quer? A primeira regra é ter foco e persistência, sem ela não haverá resultado. A segunda regra é esquecer os exercícios feitos de qualquer maneira e aquela dieta maluca que você fazia até ontem.

Pessoas que possuem o hábito de fazer exercícios errados e de manter uma alimentação inadequada, perdem todo o seu tempo e não ganham nenhum resultado. Posto isto, é importante pensar também na saúde e não somente na estética.

Hoje, é normal encontrar homens e mulheres a procura da barriga perfeita. O objetivo principal é ter uma barriga definida com curvas e músculos. Sendo assim, a seguir, falaremos como definir a barriga mais rápido na academia, porém, com saúde.

Para definir a barriga é essencial focar na região do abdômen que possui três partes importantes, que são:

Mulher magra

• Reto do abdômen
• Abdômen oblíquo
• Infra

Estamos falando nessas três partes do abdômen, porque ao praticar exercícios físicos nessa parte do corpo, as três estão sendo trabalhadas. Com isso, entenda que boa parte da gordura do nosso corpo está localizada no abdômen.

Em um mês é possível perder a maioria da gordura localizada, mas para isso é preciso seguir as instruções a seguir:

O agachamento ajuda a fortalecer a lombar quando efetuado de maneira correta.

• Pratique exercícios físicos, principalmente que estejam ligados ao abdômen. Faça agachamento, rosca para bíceps, tríceps e outros parecidos.

• Aumente os gastos calóricos nos exercícios. Tenha em mente que quanto mais você fizer agachamento, correr ou pedalar, vai estar perdendo mais a gordura do corpo.

• Faça exercícios mais carregados, para atingir o abdômen desejado. Por exemplo, te dará mais agilidade na perda de gordura fazer trinta minutos de esteira na academia do que correr no calçadão por uma hora.

• Faça uma dieta adequada que te fará perder peso com saúde. Neste caso, procure um nutricionista, ele passará uma dieta apropriada. Geralmente, as academias dão indicações de excelentes nutricionistas, busque orientações na sua academia.

• Faça esses exercícios de duas a três vezes por semana, sendo de três a quatro séries de dez a doze repetições. Logo, não deixe de frequentar a academia, nenhuma desculpa é válida, tenha determinação e não desanime. No entanto, não deixe de dar um certo descanso ao abdômen, pois do contrário, poderá causar uma séria lesão.

Importante:

Para ter um abdômen definido você precisará respeitar alguns pontos como boa alimentação e prática correta de exercícios físicos

• Em um mês seguindo todas as instruções acima e não faltando a academia, você perceberá a diferença do seu abdômen. Pode não parecer, mas fazer exercícios que envolvem o abdômen e outras partes do corpo, junto a uma dieta adequada e saudável, trará a você resultados nunca imaginados.

• Você não ganhará resultados diante os exercícios físicos se não reduzir a porcentagem de gordura, por isso manter uma dieta adequada é essencial.

• Procure comer alimentos saudáveis e evite de todas as formas alimentos processados.

• Faça sempre exercícios aeróbicos, pois exercício cardio é fundamental para queimar gorduras do corpo todo, por exemplo, exercícios cardio com intervalo de trinta a quarenta minutos por dia, queimará a gordura e te fará perder peso em pouco tempo.

• Criar músculos abdominais é essencial para um abdômen perfeito, principalmente depois de perder toda a gordura do corpo, pois os músculos estarão visíveis e a musculação irá defini-los de uma vez.

• Entre tantos exercícios para o abdômen, basta procurar um que funcione melhor para o seu corpo.

Como emagrecer com caminhada e corrida

O ganho de peso vem se demonstrando alarmantemente na vida de milhares de pessoas e por essa razão, os processos de emagrecimento estão sendo bastante aderidos por públicos de todos os gêneros e faixas etárias no mundo.

Além da saúde, muitos desses indivíduos também se preocupam com a sua estética física, bem-estar e autoestima, o que os impulsionam ainda mais a querer possuir taxas equilibradas de IMC (Índice de Massa Corporal) – de acordo com suas características singulares e funcionamento do metabolismo.

Para conseguir atingir todos esses objetivos é essencial que uma boa alimentação seja dinamizada, assim como a prática de exercícios físicos regulares. As modalidades aeróbicas são as mais recomendadas, principalmente para os iniciantes e pessoas que estão muito acima do peso.

A corrida ajuda a emagrecer.
Corrida.
(Foto: Reprodução)

As caminhadas e corridas são os exercícios mais fáceis e práticos de realizar e ainda proporcionam resultados incríveis em pouco tempo. Sua efetuação pode ser articulada em academias, parques, ruas, centros esportivos, entre outras demais localidades.

Para as pessoas que desejam aderir esse estilo de treino com o foco em emagrecimento, o mais indicado é o intercalamento dos dois exercícios, ou seja, a manipulação da variação de caminhada e corrida em trechos curtos ou médios.

Esta prática é denominada pelos profissionais como treino intervalado ou caminhada alternada, pois altera ritmos fortes, moderados e fracos. Este processo estimula o organismo, fazendo com que ele perca gordura e metabolize o açúcar encontrado no corpo em forma de carboidrato.

Como fazer?

Não existe um modelo específico de quantidade de tempo e exercícios para ser efetuado, porque cada indivíduo irá elaborar o seu através da seguinte sequência:

  • Andar em ritmo moderado – caminhada padrão;
  • Correr em ritmo moderado;
  • Andar ou correr em ritmo forte.

Essa ordem deve ser seguida e repetida cronometradamente, com um minuto em cada modalidade de exercício, por exemplo. O tempo total do treino deve durar entre 10 à 40 minutos – quanto mais o período for menor, mais intenso deverão ser os exercícios e as intercalações de picos de esforços.

Dicas

* Este treino pode ser realizado na esteira ou na rua e para os iniciantes é primordial que um acompanhamento com um profissional seja dinamizado;

* A intensidade e frequência das variações vão depender das respostas dadas pelo corpo e é muito significativo que esse processo comece com tranquilidade, sem forçar a estrutura física, caso contrário, lesões poderão se apresentar em pouco tempo;

* É importante que bons tênis sejam utilizados para amortecer bem o atrito do corpo com o solo, com relevância nos treinos de rua, além de roupas leves e frescas.

Ferritina alta: o que comer?

A ferritina é uma proteína do corpo humano responsável pelo armazenamento e liberação de ferro de forma controlada no organismo. Praticamente todos os seres vivos tem a capacidade de produção dessa proteína, como por exemplo, as plantas, bactérias e animais.

Para o ser humano a ferritina funciona como um elemento regulador contra o déficit e sobrecarga de ferro. O ferro é um elemento essencial para que o corpo humano funcione de forma adequada, pois este mineral é indispensável para formação da hemoglobina, a qual está presente nos glóbulos vermelhos e tem a função de fazer o transporte de oxigênio por todas as partes do corpo.

Caso haja uma deficiência de ferro no organismo várias complicações médicas podem vir a surgir. Para fazer o controle e a medição dessa proteína é necessário fazer o exame de ferritina, que apontará uma análise sobre as reservas de ferro que o corpo tem.

Observação: Os órgãos que apresentam a maior quantidade de ferritina são o baço, a medula óssea e o fígado.

O feijão é fonte de ferro.
Feijão.
(Foto: Reprodução)

A ferritina geralmente se eleva quando o paciente tem gripe, pneumonia, câncer, gastroenterite ou simples resfriados, pois se trata da presença de um processo inflamatório agudo e crônico dentro do sistema imunológico.

Nesses casos, pode acontecer dos níveis de produção de ferritina se triplicarem sem ocorrer aumento de ferro no corpo.

Quando se tem os níveis de ferritina altos é necessário fazer mudanças imediatas nos hábitos alimentares e dietas. Entretanto, os alimentos com ferro, como a carne, lentilha e feijão não são os únicos vilões neste processo.

Várias condições metabólicas propiciam um descontrole na capacidade do fígado lidar com o metal, como por exemplo, a hepcidina, um hormônio responsável por este controle. Já a frutose (um tipo de açúcar), geralmente compromete o funcionamento regular do órgão, aumentando assim os níveis de ferritina, como nos de ácido úrico, de gordura intrahepática e causa também uma resistência a insulina.

Dieta recomendada para redução da ferritina:

  • Dieta com no máximo 7% de valor calórico proveniente de gordura saturada.
  • Ingerir quantidade menor de frutose.
  • Consumir carboidratos com baixo índice glicêmico.
  • Nível controlado de sódio.
  • Consumir no mínimo 30 gramas de fibras por dia.
  • Controle na quantidade de ferro ingerida.
  • Inserir chá verde e alimentos ricos em cálcio na alimentação.
  • Suplementação de vitaminas E e D.
  • Oferta de antioxidantes caso necessário.
  • Restrição maior quanto ao consumo de bebidas alcoólicas.
  • Indicação de exercícios aeróbicos e resistidos.
  • Uso de substâncias como silimarina, cafeína e cúrcuma.
  • Não usar panela de ferro para preparar refeições.

Como fortalecer o joelho com artrose?

Os joelhos são uma das partes que mais levam impactos diariamente. Para que a artrose não seja desenvolvida ou para que os quadros da doença melhorem é indicado que o paciente mantenha um treino de exercícios que podem fazer toda a diferença.

Eles são capazes de causar o fortalecimento dessa região e melhorar as condições do problema. Estima-se que o tempo correto para a prática seja de, ao menos, 3 vezes por semana com séries de 20 repetições. Lembrando da importância do minuto de descanso.

Os exercícios costumam ser prescritos por um terapeuta, de forma que atenda de preferência a sua necessidade em específico, contudo denotaremos abaixo os mais comuns:

Exercícios de pilates

Os exercícios de pilates são interessantes por um motivo simples: eles pressionam impacto sobre a região dos joelhos, utilizando alguns materiais auxiliadores como a bola ou pesos moderados. As atividades consistem especialmente em deitar sobre o chão (com o uso do colchonete), posicionar as mãos ao lado do corpo e elevar a região do glúteo.

Exercício para ser feito em casa

Também com o auxílio de um colchonete você deve se deitar sobre o chão, esticar uma perna e elevar vagarosamente a outra (lembrando que deve ser de pouca altura). Repita o exercício com ambas as pernas, recomendado 3 sessões de 20 repetições cada.

Você também poderá se sentar sobre o colchonete, posicionar ambas as mãos ao lado do corpo e flexionar apenas uma perna. Com a outra estique o máximo que puder fazendo pressão com os joelhos para baixo. Repita o processo 3 vezes de 20 com as duas pernas.

Exercícios não recomendados 

  • Corrida
  • Step
  • Musculação
  • Lutas marciais
  • Salto com vara

De forma alguma opte por algum desses, eles causam impacto excessivo na região do joelho e costumam ser agravantes.

Os joelhos precisam de cuidados.;
Joelhos (Foto: Reprodução)
Créditos da imagem: http://amadurecendocomsaude.blogspot.com/

Exercícios leves recomendados

  • Caminhada
  • Ciclismo

Ambos melhoram o funcionamento das regiões do joelho, isso porque fortalecem sem causar nenhum tipo de pressão sobre essa área. Também são recomendados para pessoas que possuem artrose e estão acima do peso.

Observações

As recomendações aqui descritas não fazem substituições da consulta a um especialista. É possível que sua lesão seja gravíssima e não permita a prática de nenhuma dessas atividades, por isso, procure seu médico e peça orientações precisas de acordo com o seu caso.

Quanto mais há o fortalecimento da região do joelho, menos será necessário a efetuação da cirurgia. Se possível, converse com um profissional instrutor na área de educação física e peça para que faça a montagem de um treino adequado. Em pouco tempo terá joelhos mais fortalecidos.

Benefícios dos exercícios

  • Fortalecimento do joelho
  • Aumento da densidade óssea
  • Diminuição da dor

Quando não houver reclamações quanto as dores, os níveis de intensidade poderão ser mais elevados. De qualquer forma, esteja sempre mantendo contato com seu médico. Um profissional é quem determinará suas necessidades. Esse texto não faz substituição de orientações clínicas.

Formas de alongamento e aquecimento

O alongamento e o aquecimento do corpo antes da atividade física é extremamente importante. Isso devido a vários fatores corporais, bem como a preparação dos músculos para o recebimento de atividade física intensa. Deixando-o em ponto para que não ocorra efeitos colaterais maléficos.

Por exemplo: Suponhamos que você pule a parte do alongamento + aquecimento e vá diretamente à musculação. Naturalmente, seu corpo reclamará, já que não estava esperando tal atividade. Quando há ambas formas de preparo, o cérebro logo identifica e prepara-o para a carga que já costuma usar.

Pré-treino

Muita gente fica em dúvida sobre a real veracidade com relação ao alongamento + aquecimento antes do treino. Além de fazer o preparo correto para o seu corpo, ele ajuda a abrir a musculatura para o recebimento do exercício físico. Dessa forma, será muito mais fácil evitar lesões e relacionados.

Pós treino

Da mesma maneira, o alongamento + aquecimento pós treino indica que o corpo entrará em processo de descanso (geralmente ocorrido em 24 horas ou 1 dia), esses mesmos métodos podem ser eficientes também no combate a possíveis lesões e ajuda a equilibrar o corpo para o descanso.

Formas de alongamento

Alongamento é uma sucessão de “exercícios físicos” que permitem esticar a musculatura. O processo é importante para o preparo do corpo (como já dito) e também para a melhoria da prática do exercício físico. Geralmente são ensinados em escolas (aulas de educação física), academias e outros ambientes relacionados a atividade física ou bem estar.

  • Panturrilha empurrando a parede
  • Parte anterior da perna (estilo jogador de futebol)
  • Parte posterior da perna com as pernas afastadas
  • Peitoral no batente da porta
  • Bíceps com a mão esticada na parede
  • Ombros com braço cruzando à frente do tórax
  • Tríceps com cotovelo atrás da cabeça

Exemplos comuns (principalmente antes das aulas de ioga):

Formas fáceis de alongar-se antes do treino.
Alongamento (Foto: Reprodução)

Formas de aquecimento

O aquecimento, por sua vez, é também o processo de preparo do corpo (com exercício físico) para o recebimento de um exercício mais pesado. Por exemplo, é comum que ao chegar na academia, antes de mais nada você se alongue e logo depois vá praticar um exercício aeróbico.

Mas… Por quê?

A resposta para essa pergunta é muito simples. Necessariamente nessa ordem alongamento + aquecimento, você acaba transformando o estado do seu corpo, consequentemente o metabolismo. Quem malha pela manhã, o organismo ainda “dorme”, quem malha pela tarde ou noite o organismo tende a estar “parado”. Então, ative-o.

O costume de praticar atividade física, ajuda a fazer com que seu corpo comece a trabalhar para o esforço físico exatamente no mesmo horário que está “programado”, mas da mesma forma é indispensável que haja o aquecimento, já que ele também é determinante no aparecimento de lesões ou demais problemas.

  • Corrida leve
  • Caminhada
  • Ciclismo
  • Aeróbicos em geral

Qualquer um destes faz o processo de preparação de que tanto falamos no decorrer deste artigo. É também interesse que durante a prática de corrida leve ou caminhada, você faça movimentos com pescoço, ombros, cotovelos, quadril, joelhos e tornozelos, faça a rotação em continuidade com o processo.

Dessa forma, em pouco tempo (estima-se que 10 à 20 minutos) a musculatura já estará apta a prática de maiores intensidades físicas. Basta ter um pouco de paciência e muita disposição. Não deixe de realizar o alongamento, nem o aquecimento, eles protegem sua saúde muscular.

Como medir as medidas do corpo?

Para saber exatamente quais são as suas medidas, é importante entender que existem lugares corretos a serem medidos. O primeiro passo consiste na marcação de cada lugar. Sabendo quais são eles, será mais fácil entender quais os pontos que definem a circunferência do seu corpo, facilitando até mesmo o controle do processo de perda/ganho.

Há especificamente 10 pontos corretos que definirão a sua modelagem, esses são:

  • Tórax ou Busto
  • Cintura
  • Quadril
  • Braço
  • Pescoço
  • Coxa
  • Altura do ombro a cintura
  • Altura do ombro a cintura (costas)
  • Altura da cintura ao joelho (costas)
  • Panturrilhas

Mas saber quais são os pontos não resolve totalmente o nosso problema, já que nesse caso estamos procurando números precisos. É por isso que até nesses locais existem o ponto certo de medir. Quando você o descobre, facilita todo o trabalho e com o tempo, pode até se acostumar sem precisar de uma “cola” na hora de tirar as medidas novamente.

Vamos aos pontos corretos:

Busto – Sempre faça a medição na altura onde estão os mamilos.

Tórax – O tórax precisa ser medido precisamente onde está a dobra abaixo das axilas.

Tire suas medidas com precisão!
Medidas (Foto: Reprodução)

Braços – Há dois tipos de medição nos braços, contraídos e relaxados. Meça o braço um palmo abaixo do ombro, das duas formas, em contração e relaxado.

Cintura – A medida da cintura dependerá do sexo, nas mulheres ela se localizada um palmo (da mão feminina) abaixo dos mamilos dos seios. Enquanto isso, os homens possuem cintura um palmo fechado (masculino) abaixo do umbigo.

Abdômen – O abdômen se localiza entre duas regiões, a do umbigo e a dos ossos do quadril. Organize os pontos da fita entre o meio.

Quadril – Todo quadril, seja do corpo feminino ou masculino possui um osso que limita sua região. Procure-o e meça por ele.

Coxas – As coxas masculinas podem ser contadas em 20 centímetros abaixo do quadril. Enquanto para as mulheres, a contagem pode ser feita em um palmo abaixo do início da virilha.

Panturrilhas – Para encontrar a medição das panturrilhas é muito simples. Basta procurar o meio da perna entre joelho e calcanhar.

Dicas importantes

Você jamais conseguirá se medir totalmente sozinha. Além da fita métrica condizente e de acordo com seu tamanho, será necessário que peça ajuda a alguém (ainda que essa pessoa não tenha experiência), pois existem alguns pontos nas áreas traseiras do corpo onde a fita deve ser posicionada corretamente.

Se você não tem ajuda, ficará ainda mais difícil ter medidas exatas. Uma boa dica é pagar pelo serviço, as academias de ginástica disponibilizam o serviço de medidas do corpo por um valor referente a R$20. A medição deve ser feita cerca de 2 em 2 meses, ou de 1 em 1 para quem possui treinos intensos e dieta regrada (já que os resultados virão mais rápido).

Gordura entre as coxas, como acabar?

Gordura entre as coxas, como acabar?

A gordura localizada é um dos maiores problemas femininos. Quando ela se encontra na região das coxas então, é uma catástrofe no universo feminino. As regiões onde mais acumulam gorduras quando ganhamos peso são sempre as mesmas, área interna das coxas, glúteos, barriga e braços. Isso afeta até mesmo o modo como nos vestimos, aquelas blusinhas que antes eram um sucesso, agora não cabem mais ou usar short curto (não dá mais), começam a apertar. É nessa hora que você sabe que está na hora de mudar.

O problema da gordura localizada (seja na região das coxas ou qualquer outra) vai muito além da estética, todo tipo de gordura não-saudável que faz parte do seu corpo é prejudicial e pode aumentar até mesmo os riscos de problemas cardiovasculares, além de diabetes, colesterol alto e mais uma sucessão de doenças. Para acabar de vez com esse problema, precisará de muito esforço e dedicação.

Alguns hábitos devem ser modificados, a troca de alimentos também é um ponto importante. Mas antes vamos entender um pouquinho mais sobre a importância da nossa alimentação. Embora ela passe despercebida muitas vezes, alimentar-se corretamente é o ponto que realmente fará diferença em seu corpo. Não importa o quanto se esforce na academia, se não ter consciência do quanto deve “fechar a boca”, não conseguirá chegar a lugar algum. A alimentação é responsável por cerca de 70% dos seus resultados.

Segredos

Diga sim aos alimentos termogênicos

Alimentos que são considerados termogênicos geralmente apresentam substâncias que ativam o metabolismo fazendo-o trabalhar muito mais rápido. Em consequência disso, você perderá muito mais peso e gordura localizada. Com o aceleramento do metabolismo você esvazia suas células de gordura.

Coxas bonitas requerem esforço!
Coxas (Foto: Reprodução)
Crédito da foto: http://andreaperrone.wordpress.com/

Não se esqueça dos alimentos fibrosos

Quer mesmo acabar com toda gordurinha extra? Então a solução para os seus problemas está em basear a alimentação naqueles alimentos que são considerados fibrosos. Quem são eles?

  • Chia
  • Granola
  • Semente de linhaça

Já foi mais do que comprovado que esses tipos podem ajudar a diminuir consideravelmente a gordura corporal não-saudável. Eles também ajudam a “faxinar” o organismo, eliminando todas as toxinas através da urina.

Aeróbicos já!

Todos os exercícios aeróbicos poderão te ajudar na luta contra a gordura localizada. Invista pesado em atividades como correr, pedalar, nadar, dançar, pular, etc. Todos os exercícios que ajudam a “suar bastante” são eficazes. De preferência, escolha uma atividade que lhe dê muito prazer, de forma que não se canse tão rápido ou que aproveite ao máximo.

Quer eliminar a gordura das coxas? Não coma gordura!

Isso mesmo, muita gente acha que simplesmente seguir a dieta durante a semana pode lhe dar o direito de “comer mais” ou “comer errado” no final de semana. Errado! Pensar assim já está te fazendo engordar. Evite todos os tipos de alimentos gordurosos. Também esqueça a ingestão de carboidratos depois das 18 horas. Quanto menos alimentos ricos em carboidrato e glúten ingerir, melhor!

Tratamentos estéticos

Os tratamentos também podem te ajudar. Procure os especializados em queimar gordura local, a drenagem linfática ou a massagem modeladora são altamente recomendados. Ao fim do processo elas também deixarão o seu corpo modelado de acordo com a sua vontade. São ótimos tratamentos, aposte neles!

 

Como movimentar os braços na corrida?

Como movimentar os braços na corrida

Correr é algo que muita gente faz para manter o corpo saudável. Tem também aqueles que estão iniciando, meio desajeitados, não conseguem chegar a uma posição correta na hora da corrida. Precisamos entender que todo tipo de esporte requer técnicas que vamos ou não aprendendo com o tempo.

No caso da corrida, movimentar os braços corretamente é um ponto positivo para não deixar os músculos à prova. A melhor maneira de fazer com que seu corpo tenha impulso na hora das corridas é movimentar cada braço de acordo com cada perna. Calma, é fácil!

Inicialmente, você precisa saber que perna esquerda se movimenta junto com a perna direita e vice-versa. Por isso, na hora de correr, movimente elas igualmente, o movimento mais indicado é o pendular, diferente dos quenianos que tem costume de correr com os braços colados ao corpo.

A corrida é uma espécie de movimentação do corpo.
Corrida (Foto: Reprodução)

O movimento pendular é tão indicado porque ele impulsiona o corpo a se movimentar da maneira adequada e direta. Portanto, o efeito será muito diferente caso você ousasse fazer como fazem os quenianos e juntar os braços ao corpo. Contudo, eles estão a um passo a frente.

Com os braços colados ao corpo, a energia presente não se vai com tanta facilidade, como no movimento pendular, contudo muita gente fica “cansada” de manter não só o corpo em movimento, como também a fixação nos braços para impedir justamente que esses se movimentem de forma errada.

Embora o corpo economize energia, o cérebro dobra ela. Portanto, se você começou a correr deixando os braços seguir de acordo com o seu corpo, fez bem. Apenas tenha cuidado para manter a postura da coluna correta, além é claro de não se esquecer dos outros cuidados básicos.

Faça ingestão de líquidos antes de correr, isso ajuda a economizar hidratação. Não mude o seu estilo de corrida para não perder o rendimento, caso depois de algumas tentativas sinta que o processo diferente não está dando certo.

Como funciona bermuda de compressão para corrida?

Bermuda de compressão para corrida

Muita gente fica indecisa na hora de comprar ou não uma bermuda de compressão. As dúvidas surgem sucessivamente quanto a sua aparência,  e resistência e também se esta é adequada para a corrida. Bom, o que devemos entender primeiro é que as bermudas de compressão são EXCELENTES para corridas.

Seja longas ou curtas, elas fazem com que a peça seja totalmente ajustada ao seu corpo. Dessa maneira, não importa quanto pese ou o formato do seu corpo, fazem um processo de compressão perfeito. Não só as bermudas, existem também calças de compressão e blusas.

Todas as roupas de compressão permitem que você fique “mais leve” para correr. Peças de roupas não lhe atrapalham, no caso das mulheres, ela segura tudo no devido lugar, impedindo que fique desconfortável. Para quem vai correr (mulheres) indicamos que compre um top de compressão e uma bermuda.

As bermudas de compressão proporcionam benefícios em todas as suas corridas.
Bermuda de compressão (Foto: Reprodução)

Já para os homens, apenas a bermuda já é suficiente. Não hesite na hora de adquirir a sua. Elas impedem muitas dores e assaduras, permitem melhor resistência e sugam o suor com mais praticidade. São muito melhores do que as bermudas comuns e indicada por todos os profissionais corredores e esportistas.

Porque ela ajuda?

Todo mundo que corre ou caminha já deve ter se deparado com dores nos músculos das pernas depois que “pegou pesado no treino”. Essas dores não são nada mais do que microtraumatismos. E o que é isso? Microtraumatismos são inflamações no músculo devido a grandes quantidades de exercício.

Elas podem ser amenizadas com o aquecimento antes do treino, com o alongamento e com o auxílio da compressão existente nas bermudas. A intensidade encontrada nessa peça, pode melhorar as suas corridas e proporcionar mais tempo praticando qualquer atividade de cunho pesado.

As dores diminuem bastante. Elas servem como anti-inflamatórios em algumas células. Suas fibras musculares serão alinhadas, e seu corpo será capaz de diminuir a dimensão dos microtraumas, o que acarreta sem dúvidas em uma atividade física mais saudável.

Alguns especialistas também testificaram que a bermuda pode melhorar o seu desempenho. Devido a todos os outros benefícios descritos acima, ela é capaz de fazer com que o corpo suporte por mais tempo no ato de forçar as pernas, retardando o ácido lático o atleta tem mais energia e pode chegar mais longe.

Uma dica importante é saber que a bermuda deve ser sob medida para você. Nenhum um pouco mais larga, nenhum pouco mais apertada. Tudo deve estar corretamente junto e você deve sentir as partes do seu corpo, principalmente coxas e “culotes” bem firmes.

Tempo corrida 5 km iniciante

Tempo corrida de 5 km

Muita gente fica sem saber exatamente como iniciar a prática da corrida. As vezes por falta de estímulo tendemos a nos render a um estilo de vida totalmente sedentário. Lembre-se que esse tipo de atitude só fará com que você tenha menos qualidade de vida e ainda chegue ao fim da vida antecipadamente.

O mais importante numa corrida é a motivação, esforce-se para chegar mais longe a cada treino. O segundo passo é a alimentação. A ingestão excessiva de carboidratos pode trazer energia pesada ao seu corpo, claro que esse tipo de alimento é importante, mas ele deve ser ingerido moderadamente.

É uma boa dica ir ao um médico fazer um check-up. Somente uma consulta poderá dizer se está apto a tal iniciamento, deste modo saberá se há impedimento relacionado à sua saúde. Bom, siga corretamente tudo que o mesmo disser e tome os devidos cuidados. Se possível procure um profissional para lhe auxiliar na corrida.

A vestimenta inadequada pode fazer com que você tenha problemas com dores. Antes de sair ás corridas, certifique-se de que seu tênis é próprio para o seu tipo de pé e também procure evitar roupas pesadas e que possam causar “assaduras”. Determinados tipos de meias ajudam a evitar a criação de bolhas.

Por fim e não menos importante, você precisa criar uma planilha de acordo com aquilo que é mais adequado ao seu peso, altura e força física. Faça um treino que possa corresponder a todos estes requisitos, de preferência que inicie calmamente e em pouco tempo estará correndo quilômetros e quilômetros.

O que é mais recomendado?

Bom, aqueles que estão iniciando na prática devem basear seu treino em 2 km. Efetuar o mesmo em um período de 30 minutos, intercalando algum tempo de corrida/caminhada. Lembre de alongar-se perfeitamente (principalmente as pernas) antes de começar a corrida.

As corridas devem ser feitas de maneira correta.
Correr (Foto: Reprodução)

Na segunda semana, intensifique para 3 km. Nesse caso, aumente o tempo para 35 minutos. Continue no mesmo pique e esforce-se para chegar mais longe, também intercale com caminhadas caso não consiga fazer todo o trajeto correndo. Respeite seus limites de forma adequada.

Já na terceira semana, tudo estará “mais claro”, é nessa hora que você deve intensificar verdadeiramente seu treino. 5 km devem ser percorridos em 50 minutos. Corra um pouco mais rápido, dê passos mais largos e seus pulos devem ser cronometrados. Nesse caso não é possível haver caminhadas.

Algumas pessoas podem demorar um pouco mais para chegar nesse limite. É importante formatar, de maneira inteligente, a chegada ao objetivo sem forçar seu corpo ao extremo. Isso pode fazer com que ele não responda bem aos exercícios e possivelmente acabe se “atrofiando”.

Dicas rápidas

  • Não corra com dores
  • Não corra com fome
  • Não se esforce para acompanhar corredores experientes
  • Respira corretamente
  • Procure manter sua postura
  • Tenha tempo para o descanso (mente e físico)
  • O alongamento é indispensável

Indicamos que você comece intercalando os dias também. Por exemplo, corra segunda e terça-feira, descanse na quarta. Depois disso, corra na quinta e sexta feira, descanse no sábado. Domingo é um dia livre, você pode optar por correr ou não, dependerá exclusivamente do seu empenho.

Também é importante que faça o cálculo de sua frequência cardíaca, isso ajudará a não passar dos limites e inevitavelmente ter um infarto. Para calcular é muito fácil:

Subtraia sua idade de 220 e você terá a sua Frequência Cardíaca Máxima 

Lembrando sempre que o tempo em que chegará a seu objetivo não é uma regra, respeite o PERÍODO que seu corpo disponibilizará. Não exagere e se alimente muito bem. Tais dicas poderão lhe ajudar muito se usadas de maneira correta!