Acesse Saúde » Musculação » Importância dos exercícios na terceira idade

Importância dos exercícios na terceira idade

Os exercícios físicos trazem benefícios imagináveis ao corpo humano, principalmente se este está na terceira idade. Quer saber como? Clique aqui e confira essas e outras informações interessantíssimas!

Quando a terceira idade bate à porta, a primeira coisa que pensamos é “tenho que ir ao médico”, a segunda atitude é se direcionar a uma farmácia e “encher o carrinho” de remédios. Você certamente já deve ter ouvido falar de idosos que chegaram a 100, 110, 120 e até 130 anos sem nenhum tipo de doença, as reportagens sempre relatam esses casos atípicos.

Talvez (ou com certeza) o desenvolvimento dessas doenças estejam diretamente ligados ao fato de não praticar atividade física. Já parou pra pensar? Segundo estudos de várias universidades especializadas no mundo inteiro, a maior fluência de doenças e distúrbios se dá naqueles que não praticam ou não praticaram exercícios durante sua vida.

A melhor maneira de acabar de uma vez por todas com esse problema, é começar! Não é nada fácil, obviamente a constância dos exercícios é sem dúvidas uma tarefa árdua que merece disciplina e responsabilidade com a própria saúde.

Existem uma porção de benefícios que envolvem o ato de praticar atividade física, dentre eles podemos citar alguns como:

1° Melhora na capacidade de se locomover – Isso significa preferencialmente que seu corpo conseguirá se sustentar sozinho, ainda que esteja em idade avançada. Enquanto muitos idosos precisam de auxílios e apoiadores, aqueles que praticam atividade física possuem maior poder de locomoção e realizam suas atividades cotidianas sem o auxílio de outrem. É sua independência garantida ainda que a velhice esteja chegando.

2° Melhora o equilíbrio da sua estrutura corporal – Você terá muito mais equilíbrio ao se levantar, deitar, andar, cuidar da sua casa, das plantas, ir ao banco, fazer compras, enfim todas as atividades do nosso cotidiano que são tão importantes e as vezes, se torna tão difícil realizar sozinho. O equilíbrio é quem ditará, sem sombra de dúvidas, a sua capacidade de manter-se em pé.

3° Aumenta o nível de atividade física espontânea – Com certeza a sua disposição estará em alta se o corpo está em constante movimento. Isso indica que quanto mais se dispõe ao ato de praticar exercício, mais motivado e naturalmente disposto a tal estará. O importante é sempre dar o pontapé inicial e começar de alguma forma, o que te espera após são só boas surpresas.

4° Aumenta a densidade óssea – Quer ossos mais fortes? Combine a ingestão dos remédios (recomendados por seu médico) com exercícios! Isso fará total diferença, muitas composições medicamentais fazem o triplo de efeito quando ligadas ao ato de movimentação. Um corpo em movimento é capaz de curar doenças por si só e evitar muitas outras.

5° Ajuda a controlar diabetes, artrite e doenças cardiovasculares – Quando a idade chega, com ela vêm vários problemas. Naturalmente, o seu corpo estará mais suscetível e predisposto ao agravamento de quadros, com a atividade física, tudo isso pode ser amenizado ou evitado (na maioria das vezes). Estar bem consigo mesmo permitirá que sua estrutura esteja forte.

6° Melhora a ingestão alimentar – Quando praticamos atividade física, naturalmente há maior gasto calórico e consequente a isso nossa fome aumenta. Praticando atividade, seu corpo estará em melhor momento de trabalho, isso o levará a comer mais e desenvolver massa magra, eliminando naturalmente a massa corpórea indesejada, aquela que chamamos de “gordura”.

7° Diminui quadros depressivos – É natural que durante a terceira idade, principalmente após a aposentadoria, os idosos comecem a desenvolver a depressão. Isso acontece porque sua mente se volta a fase “inútil da vida”, por obterem atividades trabalhísticas por tanto tempo, a aposentadoria se torna um fardo maior do que podem carregar. Isso acarreta até mesmo no desânimo de viver, levando muitos a óbito.

Fora todos esses benefícios “técnicos”, a movimentação física também poderá ser eficaz em outras áreas relacionadas ao corpo em si, sobre a estrutura de nossos órgãos, músculos, pernas, braços, mãos e afins. Por causar fortes problemas como:

  • Fraqueza muscular;
  • Desordens visuais;
  • Anormalidades do passo;
  • Doença cardiovascular;
  • Alteração cognitiva.

O corpo tende a baixar a imunidade do idoso. Isso acaba trazendo a facilidade para o desenvolvimento de outras doenças, até mesmo aquelas que não estão diretamente ligadas aos “sintomas” que orientamos acima. Lembrando da importância das atividades, ressaltaremos abaixo mais benefícios das práticas de modalidades que diz respeito ao corpo, como:

» Fortalecimento dos músculos, pernas e costas – Você terá maior fortalecimento dessas áreas, justamente por criar uma musculatura mais forte e resistente a possíveis quedas, pancadas e torcer dos tornozelos. É muito importante que esteja firme e não desenvolva maiores fraturas, o que certamente ocorre em idosos de baixa imunidade e/ou baixa resistência física.

Exercitar-se na terceira idade, garante uma vida mais longa

Quando você se exercita com frequência na melhor idade da vida, consequente a isso alguns benefícios são provindos ao seu corpo, citamos acima vários deles, destacando agora a longevidade de vida a todos que mantém um corpo em movimento.

Em qualquer idade, já está mais do que comprovado que exercitar-se traz benfeitorias, mas especialmente durante a melhor idade, isso pode trazer mais anos de vida e melhor de tudo, mais anos bem vividos, cheios de saúde e alegria.

Idosos bem cuidados são mais felizes.

Idosos dançando.
(Foto: Reprodução)

Idosos que se exercitam tem mais propensão também ao desenvolvimento das atividades sociais, tendo assim maior capacidade de continuar “vivendo a vida a tona” mesmo depois de envelhecer. Isso porque se tornam pessoas mais bem humoradas, tendo mais responsabilidade com seus corpos e relações sexuais.

Durante essa fase, naturalmente existe uma propensão a terminação do ciclo sexual, aqueles que possuem movimentação diária física, dificilmente se sentem desmotivados a descontinuar suas atividades íntimas, pois seu corpo ainda funciona perfeitamente.

Nesse período, existem vários relatos de pessoas que cessam um casamento duradouro para viver outras experiências que “façam a vida valer a pena”, enquanto alguns casais conseguem remodelar seu íntimo e tornar o casamento uma fase igualmente inspiradora como no início da relação.

Idosos que possuem maior longevidade de vida, também podem acompanhar o crescimento dos seus netos, conviver com bisnetos e ver o envelhecimento dos filhos. Essa é uma experiência impagável e que torna a existência de qualquer ser humano mais válida.

Estima-se também que por causa dessas novas “atitudes fit”, os mais velhos tem aumentado sua população no Brasil, isso também é decorrente de campanhas feitas pelo Governo Federal que estimulam o controle de natalidade.

Se os idosos estão vivendo mais, é extremamente importante que mais esse período da vida seja vivido com qualidade e bem estar.

Como escolher um modalidade adequada para minha idade?

Essa é uma pergunta mais que comum. Para definir uma boa resposta, é indispensável tenha ciência de todas as suas limitações físicas, isso quer dizer que se existe algum problema clínico relacionado a suas articulações, é indispensável que tenha acompanhamento médico.

Também pode ser que seu sistema respiratório esteja sendo afetado, o que impede que haja o efetuamento de exercícios intensos que possam estimular a necessidade de uma respiração perfeita. Portanto, uma bateria de exames é o mais indicado antes de procurar uma modalidade fit.

Depois de haver reconhecido todas as suas limitações, é hora de fazer uma minuciosa avaliação de seus gostos pessoais, “tá, mais o que isso tem a ver?” TUDO! Quando você se força a efetuar uma atividade física que não é de seu interesse, certamente não será consistente nela.

Existem idosos que se identificam com os jogos de futebol, enquanto outros preferem dançar. Existem também outros esportes que muito os motivam como as corridas, natação, ciclismo, spinnig, modalidades de academias, lutas, etc.

Dica: Antes de optar pela atividade a ser feita, procure experimentar todas as modalidades possíveis, desde danças como samba de gafieira e salão, até mesmo esportes mais “agressivos e intensos” como as lutas, a exemplo muay thai, boxe, jiu jitsu e mais.

A importância de manter a rotina de exercícios

Não é recomendável que comece um exercício na segunda feira e falhe os demais dias da semana. Para que haja os benefícios citados anteriormente, é extremamente importante que adapte sua rotina as atividades e não o contrário.

Recomendamos que procure organizar perfeitamente em uma agenda (para não esquecer) todos os seus afazeres diários, envolvendo os respectivos horários para efetuação dos exercícios. Essa agenda impedirá que se esqueça das aulas ou ainda não se prepare para o horário.

Na terceira idade, é comum que os idosos mantenham uma rotina doméstica, isso pode acarretar até mesmo numa depressão pós-aposentadoria, o que geralmente acaba levando muitos a morte. Portanto, organize-se e se empenhe.

Alimentação vs Exercícios Físicos

Está totalmente fora de cogitação que você não mantenha hábitos alimentícios saudáveis, ainda que esteja diante de um percurso de atividade física diária. Comer errado não traz apenas gordurinhas extras, mas também motiva seu corpo a desenvolver doenças. 

Isso significa que a obesidade poderá se desenvolver rapidamente, o que não é nada interessante, principalmente em pessoas que já estão em sensibilidade corporal devido a idade avançada. Portanto, prefira sempre alimentos ricos em carboidratos bons.

» Quais são os carboidratos bons?

Os carboidratos bons ou saudáveis são todos aqueles que NÃO possuem densidade. Esses geralmente não se encontram com adicionadas e elevadas quantidades de farinha de trigo e não envolvem o arroz. Lembrando que esse não traz benefício algum à saúde.

Apesar de “sustentar”, o arroz (exceto o integral) não traz nenhum tipo de nutriente a seu corpo. Isso significa que se você está pensando em retirá-lo da sua alimentação, o faça sem dó nem piedade, ainda mais se o seu peso está fora do normal.

Prefira sempre alimentos que possuem baixa taxa de índice glicêmico, isso resulta não só na melhora do seu intestino (funcionamento), como também evita possíveis acúmulos de gordura desnecessários (principalmente nos homens que costumam comer em maior quantia).

» Lista de carboidratos de baixo IG

  • Cenoura crua
  • Brócolis
  • Pepino
  • Berinjela
  • Espinafre
  • Alface
  • Tomate
  • Repolho
  • Lentilhas
  • Ravióli integral
  • Leite integral
  • Abobrinha
  • Batata-doce
  • Feijão-manteiga
  • Pão integral
  • Ervilha fresca
  • Iogurte com açúcar
  • Maçã
  • Aveia
  • Amendoim
  • Suco de maçã
  • Espaguete
  • Laranja
  • Pêssego em lata
  • Arroz parboilizado
  • Feijão cozido
  • Biscoito de água e sal

Também invista nos alimentos ricos em proteínas, eles ajudam a manter seu corpo mais tempo saciado e trazem infinitos benefícios e energia na hora da efetuação dos exercícios.

» Aplicativos que ajudam a manter uma vida saudável

Existem uma porção de aplicativos fitness que podem ser baixados ao seu celular. Existem duas formas de baixá-los e essa dependerá exclusivamente do modelo do aparelho smartphone. A Play Store é destinada a usuários do Android, enquanto para iPhones o utilizado é o iOS.

Caso você se interesse por qualquer um destes e não sabe como realizar o processo para baixá-los, é só pedir ajuda a alguém que aparentemente entenda melhor sobre o assunto que você, aprendendo poderá fazer sozinho.

Esses aplicativos são importantes por que?

Eles ajudarão primeiramente a lembrá-lo dos respectivos horários para a efetuação dos exercícios físicos, já que conseguem agendar tudo que precisará ser feito durante a jornada, também podem indicar alguns percentuais relacionados a seu estado de saúde atual.

Lembrando que: só comece a utilizar os aplicativos se realmente deseja praticidade em sua vida, se realmente não está inserido neste mundo e não se adequa com perfeição a ele, esqueça! Retorne a agendinha.

Sou idoso e decidi me exercitar, o que eu faço?

Existem uma série de produtos que realmente podem lhe ajudar a começar a praticar os exercícios no conforto de sua casa. Contudo, é possível que se oriente através de um clínico geral para realmente entender suas condições.

Não é necessário que inicie o processo num ritmo acelerado, até porque a terceira idade requer alguns cuidados e procedimentos de atenção. O mais indicado inicialmente é que procure por soluções que estejam condizentes a sua rotina.

Se você tem tempo de sobra, matricule-se em um academia e retire um período entre uma e duas horas diária para se dedicar somente às atividades, mas se o seu dia é corrido e falta tempo para organizar uma atividade, a melhor opção é promover tais exercícios no conforto de seu lar.

Existem atualmente diversos programas que ajudam você a manter o corpo saudável, sem sair do conforto. Alguns deles necessitam de apenas 15 minutos do seu dia e representam resultados de altíssima qualidade em até oito semanas.

Se você se interessa realmente por essa área e não tem tempo, comece agora mesmo a fazer uma pesquisa e conheça depoimentos de pessoas que já passaram por tais programações articulares. Lembrando também, que alguns deles são voltados inteiramente aos idosos.

Isso significa que foram elaborados exercícios minuciosamente perfeitos para as principais limitações da terceira idade. Isso poderá o ajudar e serão benéficos de maneira geral em sua vida.

Só pra checar!

Por fim e não menos importante, vá sempre ao médico. Você sabia que descobrir uma doença em seu estágio inicial pode evitar até mesmo que ela o leve a morte? Pois é, é de extrema necessidade que esteja focado em sua saúde.

Em todas as fases da vida, manter-se saudável é importante, mas na terceira idade isso toma o dobro de proporção. Portanto, ainda que não esteja com nenhum sintoma e não apresente quaisquer desconfortos, vá ao médico.

Uma bateria de exames deve ser feita em cerca de seis em seis meses, principalmente aos idosos que ultrapassam a faixa de 60 anos. Também é importante que trate com cuidado das enfermidades que já possui, ainda que elas sejam “comuns”.

Confira sempre:

  • A pressão
  • O colesterol
  • A glicose no sangue

Casos esses três pilares estejam em perfeito estado, cuidar dos demais será moleza, principalmente se a sua rotina é mantida com uma quantidade relevante de atividade física aliada a uma alimentação saudável.

Não ter com o que se preocupar é o mais importante para evitar os limites de estresse e manter o seu emocional equilibrado. É interessante também que mantenha uma fé e organize sua espiritualidade, pois tudo isso tem diretamente ligação ao corpo.

Em casos de quaisquer dúvidas específicas, é interessante que procure seu médico assim que essas aparecerem. Os postinhos públicos de saúde estão sempre a disposição, usufrua desse benefício do Governo Federal.

Também é interessante que mantenha um cuidado com a saúde bucal, já que os ossos ficam mais fracos nessa idade e isso se torna degradação dos dentes.

Lembre-se, a felicidade está em viver bem, aproveite sua vida ao máximo que puder com responsabilidade e organização, dessa forma viverá mais e melhor! Exercite-se!

Outras Dicas

      

Mais informações por E-mail


Comentários para: Importância dos exercícios na terceira idade